Basta atirar para todos os lados?

Burn, Zombie, Burn! Game-conceito para a coluna de hoje.

Descubra que todos os jogos têm camadas

Olá, caro serious gamer!

Que tal obeservar um pouco mais a fundo aquele joguinho que parece simples, mas pode revelar conceitos de estratégia de alta complexidade?

Os jogos indies

Com a facilidade para produtoras pequenas em tamanho, mas não em conceitos e design, distribuírem seus jogos para computador ou consoles, pelas lojas oficiais, o gamer tem acesso a títulos não divulgados pelos grandes veículos comerciais. Basta visitar o Steam, a PSN ou Live para conhecer vários personagens novos, títulos obscuros e muitas coisas coloridas e animadinhas.

Uso o tom de sarcasmo porque aprendi a respeitar esses jogos coloridos, caricatos, cheios de luz e animadinhos, pois esse impacto inicial não representa todo o conceito do jogo. Esse, mais profundo, só poderá ser conhecido para quem respeitar a máxima do Shrek: assim como uma cebola, tem camadas.

Plants VS Zombies, uma luta impossível.

Camadas: superficial, desafio e domínio

Vamos colocar no mesmo pote o excelente Angry Birds e o já clássico Plants VS Zombies. Ambos tem muitas cores e aspecto infantil, que ajudam a vender o game. Depois de algum tempo, o gamer sente-se desafiado, o que já é suficiente para levá-lo ao próximo estágio, que é dominar o jogo. A última camada só será atingida após o jogador aprender a respeitar o conceito por trás daquela beleza simplista inicial, e entender que existe a necessidade de estratégia para atingir a última camada.

Essa sistematização foi percebida após testar vários jogos, principalmente disponíveis na PSN e Android Market, e usados como meio de atrair pessoas que não são inteiramente gamers, mas que se sentiram desafiadas quando gastaram alguns minutos com o título.

A mais recente experiência veio com o jogo Burn, Zombie, Burn!, disponível na PSN, no qual a companheira de jogo perguntou: é só atirar para todo lado? A melhor resposta é SIM, pois dessa forma o jogador entra no espírito e vai descobrindo a estratégia necessária durante a curva de aprendizado. Quando percebi, a gamer em questão investiu horas no jogo, que foi tão desafiante que ela comentou por horas sobre os pontos necessários para avançar e das formas de vencer os mais duros inimigos. Ponto para os indies!

Não julgue um livro pela capa

É comum avaliarmos games apenas com uma visão superficial, mas isso leva a erros, normalmente. O ideal é experimentar o game e buscar conhecer seus pormenores, correndo o risco de conhecer uma grande obra. É importante criticar, levando à evolução dos games, mas comentar sem conhecimento de causa é perda de tempo e prejudicial aos games e gamers, e videogame aqui é coisa séria!

@brunnoelias acredita que estratégia e planejamento é o segredo da vida (e dos games).

Compartilhe a Cidade

Post Author: Cidade Gamer

Sua Morada Pixelada, podcasts de games, vídeos, colunas, matérias textos, notícias e muito bom humor!