Choplifter

Lançado originalmente em 1982 para Apple II, Choplifter foi desenvolvido por Dan Gorlin (isto mesmo, um cara !) e distribuído pela Brøderbund. Após esta primeira versão o jogo recebeu inúmeros ports para uma infinidade de consoles, entre eles: Atarai 5200, Commodore 64, ColecoVision, NES, MSX e até mesmo arcade, mas será da versão de Master System que falarei hoje.

A primeira coisa que TENHO que falar é que o jogo era (e eu ainda acho) EXTREMAMENTE DIFÍCIL, era preciso muita coordenação e principalmente nervos de aço para jogá-lo. Imaginemos que depois de você voar por toda a fase e desviar de vários inimigos, ainda era necessário pousar e resgatar os reféns, agora não pense que quando você estava no solo os inimigos davam trégua, sempre existiam inimigos a espreita prontos para destruir o seu helicóptero ou até mesmo matar alguns dos reféns.

Posso dizer que Choplifter foi um dos primeiros jogos que me mostrou como os games podem ser variados, afinal de contas, nele não basta destruir tudo, é preciso resgatar os reféns, se você não salvá-los você não passa de fase, simples assim. Por causa deste pequeno detalhe que me identifico muito com Choplifter, ajudar as pessoas é algo que faço no dia-a-dia (as pessoas mais próximas podem confirmar, dificilmente eu digo um NÃO quando me é solicitado qualquer tipo de ajuda !) e nada mais legal do que fazê-lo em uma mídia extremamente viciante e desafiadora quanto um video game. Uma das maiores provas que este jogo possui um grande nível de altruísmo, é a presença (mesmo que seja de maneira escondida) do Superman, um dos maiores herois do mundo dos quadrinhos que é conhecido por seu grande senso de solidariedade.

[yframe url=http://www.youtube.com/watch?v=DTXr_gmAOlk]
Depois de “destravar ” o homem de aço, o seu helicóptero e os reféns se movimentavam mais rápido.

Em Choplifter existem fases no deserto, no mar e na selva (e suas variações noturnas), mas quando programava Dan Gorlin deve ter pensado “Como posso deixar um jogo difícil praticamente impossível? Simples, farei com que os jogadores voem dentro de uma caverna.” Pronto, estava criada a maldita fase da selva com a parte da caverna que eu nunca consegui passar, tentei tantas vezes que a música da primeira fase até hoje esta na minha cabeça, em loop enterno, praticamente da mesma maneira que é no jogo.

Mas agora (graças a internet) finalmente entendo porque o jogo é tão difícil, ele precisava ser assim ou então os gamers o terminariam rápido demais, quer a prova disto? No vídeo abaixo ele foi terminado em apenas 18 minutos.

[yframe url=’http://www.youtube.com/watch?v=fJmsywfSCrI&feature=player_embedded’]

Eu não me importo se o jogo possui fases e músicas praticamente iguais umas as outras (afinal de contas ele foi feito por um único cara !) o importante é que Choplifter foi um game que marcou a minha infância e ainda tenho muito carinho por ele, sem falar que ajudei o dono da locadora a ficar rico.

 

Fase Extra: Qual destas capas vocês acham que mais transmitem a sensação de ação?

 


Master System Fail !

Compartilhe a Cidade

Post Author: Vinicius Maciel

Joga video game desde a época que a palavra "ergonomia" não existia no dicionário dos designers de joystick !