Confira o que rolou na conferência da Microsoft na E3 2012

E3 2012 – Confira o que aconteceu na conferência da Microsoft

Conferência da Microsoft na E3 de 2012

 

Como já era esperado, o “pé na porta” da Microsoft na conferência da E3 desse ano foi o vídeo do novo Halo 4. Foram apresentados atores reais primeiro e em seguida pudemos ver uma amostra do que virá a ser o jogo. Confira abaixo o trailer do jogo, que parece não trazer nada de tão inovador assim com relação ao gameplay. Os gráficos continuam impecáveis mas ficam as dúvidas com relação ao roteiro do jogo e sobre quem será o novo vilão.

 

 

Seguindo com a apresentação, como é de praxe, tivemos a presença do presidente da área de entretenimento da Microsoft, Don Mattrick, que já chegou no palco fazendo questão de acalmar os ânimos quanto à alguma expectativa sobre novidades da próxima geração. Segundo ele, o Xbox 360 é o console que mais vende no mundo e por isso a empresa vai “sugar” tudo que ele ainda tem a oferecer, fazendo do mesmo mais do que um console, uma central de conteúdo que tende a ficar cada vez maior.

O vídeo que segiu a explanação de Mattrick foi o novo Splinter Cell: Blacklist. Jogo anunciado pela Ubisoft que traz também mais do mesmo. Parece ter uma jogabilidade bem dinâmica, com a adição de movimentos com o Kinect e com gráficos também melhorados. Ao contrário de outras franquias, parece que o novo game da série virá pra somar, e não para cagar arruinar com o nome do jogo, que possui fãs no mundo todo…

 

 

Com o intuito de disponibilizar ainda mais utilidades ao Kinect, a Microsoft se valerá também dos jogos de esportes, que a meu ver é onde este tipo de inovação mais funciona, trazendo a EA com o FIFA 13 e o Madden NFL que utilizarão a função de reconhecimento de voz do dispositivo para interagir diretamente nos jogos como se fosse o próprio técnico… ok. Essa nova função eu só vou acreditar que funciona quando vir. Eu acho que não dá certo. Ninguém (ou quase ninguém) joga um jogo como FIFA em uma sala compacta, fechada, acolchoada sem som ambiente, gritaria, porrada na mesa, porrada na cara, uma bagunça e tal. Pelo menos ninguém que eu conheça. Essa parte da conferência também contou com a participação do jogador de futebol americano Joe Montana.

 

 

 

 

 

Além dos jogos de esportes tivemos a apresentação de Fable: The Journey. O jogo do Peter Molyneux…Aquele. O jogo foi exibido em um trailer curto do qual não podemos tirar muitas conclusões, é só um vídeo que diz “Olha, gente. O jogo vai existir de verdade!” porém, no kinect no game. Assim como Fable, tivemos logo na sequência os teasers de Gears of War: Judgement e também do Forza: Horizon.

 

 

 

 

 

 

 

 

E assim a Microsoft jogou na cara dos fãs os seus principais títulos e o que os mesmos trariam de novidades com a interação no Kinect, partes gráficas, jogabilidades e etc. A partir daí, a conferência passou a tomar um rumo mais… “tecnológico”, digamos assim, fugindo um pouco dos games propriamente ditos.

Foi falado tudo sobre as alternativas que o console tinha de se tornar o centro de entretenimento, parcerias, abordaram melhor as funções do Kinect, mostraram a Xbox Music, um sistema de música da Microsoft que terá mais de 30 milhões de faixas e será compatível com o Windows phone e o Windows 8 além do Xbox 360, mas de todas essas novidades, a que mais chama atenção (pelo menos para os brasileiros que a princípio não terão todos os serviços de entretenimento disponíveis) é o Xbox Smartglass, que se conecta com o Xbox 360 permintindo um entretenimento interativo, e faz com que dispositivos móveis sirvam como uma segunda tela ou até de controle remoto. O que significa que com o Xbox SmartGlass o usuário pode utilizar o Smartphone ou o tablet em seus próprios jogos, o que, segundo a Microsoft, traz uma nova experiência em entretenimento no Xbox 360.

 

 

 

 

Muitos poderiam estar achando que a conferência já estava se encaminhando para o final, afinal a Microsoft já havia mostrado tudo que podemos chamar de “carros-chefe”  da mesma. Mas ainda tinha bastante por vir!

Logo em seguida foi exibido o vídeo do novo Tomb Raider, cujo trailer anterior você pôde conferir Pixel Diário. Nessa nova demonstração a gente também consegue ver que a heroína continua apanhando como no último vídeo e sempre cheia de hematomas, arranhões, sangue e tal. Mas o que surpreende é a mobilidade dela, que passou por mudanças significativas. Quem jogou os primeiros Tomb Raider‘s saberão o que eu tô falando.

 

 

 

 

Outro que também ganhou novidade na parte da mobilidade, e este de maneira beeeeem significativa, foi o Resident Evil 6. Sim, moradores! Poderemos atirar e andar… ao mesmo tempo! Isso sim são novos tempos! Para aqueles que ficavam de mimimi falando que RE só não era um jogo excelente por causa dessa falha, toma aí. A conferência mostrou o vídeo com o gameplay do novo jogo da série, as dúvidas com relação a toda a trama ainda permanecem, mas creio que serão reveladas aos poucos embora eu prefira esperar até que o jogo seja lançado.

 

 

 

 

Quando os zumbis foram dormir rolou uma embromação legal. Primeiro os criadores da série South park falaram sobre o game South Park: The game fazendo piadinhas americanas para distrair o povo e acalmar os ânimos e depois o cantor Usher foi responsável por apresentar o Dance Central 3.

 

 

 

 

O último jogo exibido na conferência da Microsoft foi o tão esperado Call Of duty: Black Ops 2, que mostrou um trailer digno de blockbuster de cinema, com um áudio muito refinado e sequências de cenas de ação e muita destruição em Los Angeles. Inclusive a destruição do próprio Staple center, onde geralmente acontecem os eventos.

 

 

 

 

Diante dessa  grande quantidade de jogos exibidos e muita novidade em termos de tecnologia. E tendo acompanhado o resumo de todas as três conferências aqui e no Pixel Diário da Cidade Gamer, eu pergunto: Game of The Year! Em que título estão as suas apostas?

 

Post Author: Renan Klopper

Paperboy da Cidade gamer, jogando notícias nas suas caixas de correios. Nem sempre acertando mas sempre tentando. Afinal, o que é uma vidraça quebrada perto de uma notícia bem dada?