Produtor Takashi Iizuka e Sonic the Hedgehog

Fábrica Gamer: Especial – Produtor Takashi Iizuka

E sejam bem-vindos a mais uma Fábrica Gamer. Hoje eu quero trazer um assunto um pouco diferente do habitual. Para aquelas que não sabem, eu sou grande fã de Sonic e nos últimos dias eu, aqui na fábrica, venho aguardando a chegada da minha cópia de Sonic Generations, que promete ser um bom jogo, seguindo os sucessos de Sonic Colors e Sonic 4. E quem está por trás dessa virada na imagem do ouriço (que teve maus momentos nos últimos anos) foi o seu produtor.

O produtor é a pessoa responsável por definir como o jogo deve ser. Ele está acima de todos os membros da equipe e todas as decisões sobre o que o game será, ou não, passam por ele. Atualmente, esse cargo no Sonic Team é ocupado por Takashi Iizuka. Ele foi o diretor de Sonic Adventure (lançado para Dreamcast em 1999). Recentemente, ele deu uma entrevista para o site Gamasutra.com (clique aqui para ver) e eu vou fazer um breve resumo do que ele disse, mostrando um pouco do ponto de vista que um produtor deve ter.

Produtor Takashi Iizuka e Sonic the Hedgehog
Clique na imagem para ampliar.

Ele disse que, antes da volta dele ao Sonic Team para assumir o atual posto, os antigos produtores tentavam definir para que lado Sonic deveria ir e acabavam mudando de projeto para projeto. Iizuka fez um esforço para definir o melhor caminho para a série e seus personagens, algo que ele acredita ter sido bem feito com Sonic 4 e Colors. Takashi Iizuka também fala que a base de fãs do personagem foi muito importante para ajudar a manter a imagem de Sonic até hoje e ele tem uma preocupação em sempre agradar esse público, que normalmente quer algo semelhante aos jogos consagrados. Mas além disso, ele também quer surpreendê-los, indo contra as expectativas deles, porém no bom sentido, de forma positiva.

O produtor também foi questionado sobre o quão à frente ele já pensa sobre a franquia e ele respondeu que a equipe já está pensando nisso a médio e longo prazo. Iizuka fala também sobre as características únicas de Sonic, que é a questão de serem jogos rápidos. Hoje em dia, os jogos de plataforma mudaram e não existe nenhum outro que foque na velocidade, tornando a franquia um gênero único, e o produtor afirma que é nesse diferencial que pretende se focar. Takashi Iizuka também diz que apesar de manter a característica de um jogo de ação frenético, é importante inovar ao mesmo tempo em que a essência é mantida, como foram os poderes de cores em Colors.

 

Resumindo, parece que o produtor está preocupado em entregar um bom material, com uma essência bem definida e divertida, e, também, sempre trazer coisas novas, elemento importante para um jogo e função de um bom produtor. Espero que tenha gostado dessa visita especial à Fábrica Gamer. Semana que vem estaremos de volta, tão rápido quanto o Sonic. Até lá.

Post Author: Cidade Gamer

Sua Morada Pixelada, podcasts de games, vídeos, colunas, matérias textos, notícias e muito bom humor!