Musica e Video Games

Fábrica Gamer – Sound Design Parte 3

Musica e Video Games

Feliz 2012, meus caros visitantes da Fábrica Gamer. Estamos de volta após as festas de fim de ano para dar continuidade aqui na indústria que move a nossa querida cidade. Eu desejo a todos um ótimo ano e que todos consigamos o que desejamos. Voltando às atividades normais, ao invés de iniciar algo novo só porque o ano mudou, eu prefiro trazer coisas boas do ano anterior. Vamos continuar a falar sobre o Sound Design, que foi nosso tema no último texto de 2011.

Ano passado eu falei que para aqueles que trabalham como sound designer é importante ter boas inspirações, tendo influências de coisas que achem boas, que goste. Mas também é importante saber que criar um som é algo bem diferente de apenas escutar uma música. Como diria aquele velho ditado, a inspiração é 1%, o restante é o trabalho duro do profissional para tentar gerar um resultado que seja satisfatório.

No fim o grande objetivo é criar uma música que as pessoas lembrem depois de jogar o game. Quando a pessoa ouvir essa música em outra situação lembrará na hora. Em algum outro momento, fazendo outra coisa e lembre da música. Alguns exemplos clássicos seriam os temas de Super Mario Bros e Legend of Zelda do NES e também o tema do primeiro Sonic the Hedgehog do Mega Drive. Claro que esses exemplos são mais extremos, que foram casos de sucesso que se perpetuam até hoje durante os anos e foram resultado de um grande trabalho.

 
 

Nos exemplos dados acima, são todas músicas de videogames mais antigos, então elas são curtas. Um detalhe importante que o sound designer deve ter é em criar músicas que sejam memoráveis, porém ela não deve ser tornar repetitiva, caso contrário gerará um efeito ao contrário do esperado no jogador. Com a atual tecnologia, o profissional da área de desgin de som não precisa se precocupar com espaço e tamanho da música, como por exemplo ocorria antigamente. Com isso abre possibilidade para fazer muita coisa.

E assim encerramos o texto dessa semana. Com isso eu deixo uma visão da área de som dentro dos games. Deixem dúvidas e comentários. Na sua próxima visita aqui na Fábrica Gamer, trarei um outro assunto para deixá-los mais inteirados dessas enorme e divertida área do entreternimento que é o desenvolvimento de games. Até lá.

Compartilhe a Cidade

Post Author: Cidade Gamer

Sua Morada Pixelada, podcasts de games, vídeos, colunas, matérias textos, notícias e muito bom humor!