Gamer Vocacional 01 – Advogados

Não tem ideia da sua carreira profissional? Sua mãe reclama que você só fica jogando videogame e não se preocupa com o vestibular? E se eu disser que dá pra tentar conhecer um pouco mais a carreria que você quer, jogando?! Eu sou o Rodrigo Naga e essa é o Gamer Vocacional. Hoje vamos falar da segunda profissão mais antiga do mundo, o advogado. E o jogo que você vai poder jogar pra ver um pouco mais dessa profissão: Phoenix Wright Ace Attorney de DS.

Vamos ao dicionario para ver um pouco sobre a profissão:

Advogado: (latim advocatus, -i, o que foi chamado a prestar assistência a um acusado), s. m.

  1. Letrado cuja profissão é a de alegar o direito no foro.
  2. Por ext. Defensor.
  3. Diz-se do santo que os católicos invocam para se livrarem de determinado mal.

Na pratica o advogado é um profissional liberal, bacharel em Direito e autorizado pelas instituições competentes de cada país a exercer o jus postulandi, ou seja, a representação dos legítimos interesses das pessoas físicas ou jurídicas em juízo ou fora dele, quer entre si, quer ante o Estado. este profissional tem diversas áreas de atuação, aqui vou exemplificar algumas:

  • Direito Civil: Podemos dizer que aqui engloba os casos mais comuns do dia a dia, como problemas com compra e venda, contratos etc…
  • Direito Tributario: Como o nome diz, sobre problemas com tributos, fiscais e impostos
  • Direito do Trabalho: O cara que trabalha com relações trabalhistas! (péssimo trocadilho)
  • Direito Penal: É o que temos referencia aos crimes, e aqui entra o nosso jogo!

Phoenix Wright: Ace Attorney tem como protagonista o advogado criminalista (ou seja ele trabalha com direito penal) Phoenix Wright, que trabalha na “Fey and Co. Law Offices”, que pertence a outra advogada de defesa Mia Fey. O jogo aborda diversos casos, separados em capítulos onde o jogador deve usar seu raciocínio, capacidade de argumentação e provas coletadas para conseguir convencer o juri e o juiz que seu cliente é inocente.

O detalhe é que o jogo só mostra uma pequena parte do que é a profissão. A parte que é chamada de Tribunal do Juri, e isso na verdade não serve para todos os casos. Grande parte do trabalho é escrito na verdade: petições, agravos, e outras coisinhas a mais.

Para ser um advogado você precisa: Estudar 5 anos em uma universidade de Direito (DOH!) depois fazer a “temivel” prova da OAB de seu estado. Assim você consegue exercer a profissão. Se você ainda gostar mais de personagens como Miles, Franziska e Von Karma, você vai ter que fazer mais uma prova, a de Promotor Publico.

Esse foi o Gamer Vocacional caso tenha alguma profissão que você queira saber se existe um jogo e como ela é na vida real, manda ai nos comentarios! Esse é o Rodrigo Naga dizendo, um até o proximo jogo!

Compre Phoenix Wright para iPhone.

Compartilhe a Cidade

Comments

comments

  • Otima postagem, nota 10
    Conseguiu ser completo mas sem complicar as coisas, esta de parabéns.
    Mesmo eu não sendo um interessado no assunto em si, gostei muito de como o mesmo foi descrito, continue assim.
    Já estou curioso sobre os prox temas, e ja deixo a minha sugestão e dica:
    Sugestão: Arqueólogo/historiador
    Dica: Indiana Jones, uncharted, Tomb Raider, Yu-gi-oh(pq não? xD)

  • No próximo dá para falar da primeira profissão mais antiga do mundo?!?!

    • Mantenha a compostura, Secretário Brunno Elias. Assim ele teria que entrevistar as garotas do GTA. E todos sabemos que elas são tímidas.

  • Opa, teremos artigos sobre médicos? Mal posso esperar pra ver o Dr Mario, o pessoal do Trauma center…
    E os policiais de Raccon city? De vice/san andreas/libert city/todas as outras de GTA?
    E os soldados de todos os jogos de guerra?
    São tantas opções…

    No mais, ótima coluna!

  • gostei da coluna, bem simples e direta no assunto.

  • Thyago Athayde

    Esqueceu de falar que a pessoa que quer se tornar Promotor de Justiça tem que ter Culhões(Seja ela homem ou mulher)! A acusação sempre fica marcada pelo criminoso! D:

  • Quero saber da profissão prefeito, SimCity e Final Fight

  • Muito obrigado pessoal pelos comentarios, as dicas foram anotadas e preparem-se para mais algumas colunas.

  • MickaelSM

    Bem lembrado que, diferentemente de países como EUA e Inglaterra, no Brasil é tudo em papel e com procedimentos rígidos: petição inicial, contestação, etc. O juiz lê tudo, ouve as partes e depois decide.