Hardcore VS Casual gamers: quem está certo?

Existe uma forma correta de jogar videogames?

Sejam bem vindos a mais um dia no Ginásio Gamer, nosso cantinho para confraternizar sobre essa dedicação sagrada, diária, semanal ou durante a espera em uma fila. Sim, quem nunca jogou videogame enquanto esperava em uma fila?

Quem é hardcore e quem é casual?

A pergunta acima substitui a comum questão sobre o que é hardcore e o que é casual. Devemos mudar “o que” para “quem”. Não vejo como um game pode se definir como hardcore e outro não. Quer um exemplo?! Pegue o game mais hardcore que você puder imaginar (menos Demon Souls), agora coloque como player alguém que só joga no nível de dificuldade mais fácil, tendo o videogame como hobby para as horas livres, passando o tempo ocioso. Apesar de classificarmos um game como God of War com o título de hardcore, alguém que joga como no exemplo acima claramente não o é.

Se o gamer define o tempo que passa jogando como “eu só estava passando as horas” já não é um hardcore. O gamer dedicado explora o jogo, quer obter todos os segredos, poderes, prêmios e pontuações máximas, e para isso é preciso treinar e investar horas na frente da TV (ou portátil).

Já o gamer casual tem os jogos como hobbies, realmente para passar o tempo. Ele vai jogar Farmville, Colheita Feliz, The Sims e Angry Birds!

Péraê! Angry Birds não é hardcore?

Cutuquei uma ferida… Acredito que games como o famigerado Angry Birds tenham sido projetados para agradarem os jogadores casuais, mas houve um bom erro na produção do game, que acabou tornando o jogo desafiante tanto para o público-alvo quanto para os hardcores. Se não acredita, te desafio a ganhar todas as estrelas em TODAS as fases.

Esse é um game que resume hardcore e casual conforme quem joga. É um jogo colorido, bonitinho, agradável, mas que tem um nível de desafio progressivo e também vai servir para os gamers mais dedicados.

Então temos games e gamers Casuais e Hardcores.

Esse é o ponto de equilíbrio. Ser hardcore ou casual não é um título que se exibe. Você é e pronto! Durante sua adolescência e início da vida adulta você pode ser um hardcore, mas que terá uma família e vai dedicar menos horas para os games, passando para um comportamento casual. Não existe problema nisso!

Também existem jogos feitos para um público hardcore e outros para o público casual. Isso acontece por necessidade do mercado, que pede por isso. O importante, pensando no mundo gamer como um todo, é ter sempre mais gente jogando. O casual de hoje pode ser o hardcore de amanhã, bem como quem é hardcore hoje pode se tornar um casual e treinar a nova geração com sua experiência (quer um podcast de exemplo?).

Eu conheço gamers hardcores de respeito, bem como casuais que jogam muito bem, e gosto de todos! O importante é que continuem jogando e tenhamos assunto para conversar sobre videogames, não uma plataforma em especial, mas sim: videogames!

Seja você um hardcore ou um casual gamer, saiba que é muito bem-vindo a Cidade Gamer, pois aqui o lema central é: videogame é coisa séria!

A mulher do @brunnoelias é uma hardcore gamer em Angry Birds (e melhor que ele).

Post Author: Cidade Gamer

Sua Morada Pixelada, podcasts de games, vídeos, colunas, matérias textos, notícias e muito bom humor!