🎮 Cidade Gamer 249: Brasil, Paralelo De Rodoviária

  1. Brasil, Paralelo De Rodoviária Cidade Gamer 1:38:42

Sejam bem vindos moradores pixelados do nossa querida Cidade Gamer! Hoje vamos falar da nossa história gamer criando um “paralelo” a série documental da Redbull, e vamos falar de emulação, pirataria, nostalgia, retrô, Tectoy, Pinball e muito mais!

Para isso o Prefeito Vivacqua se reúne com Victor Haratani, Ed Palhares, Brunno Leonardo, e Ânderson Peroty se juntam para entender o que dá vida longa aos jogos.

Beer of War
Beer of War

Siga no Twitter:

Links do Podcast:
Redes Sociais da Cidade Gamer

Coisas boas da Cidade Gamer:

Canecas da The Magic Box

Gostou do nosso podcast? Já conhecia nosso podcast? Já conhecia essas histórias? Não deixe de contar a sua! Adoramos receber emails, e todos aqueles que escrevem são nossos moradores pixelados. Deixe seu recado, opinião e crítica em nosso email, escreva para: podcast@cidadegamer.com.br

Compartilhe a Cidade

Comments

comments

  • @MarcusMaia_

    Engraçado vcs são os poucos Podcasts que conheço que frequentemente ( especialmente nos Dossiês) falam sobre os “paralelo”, mas não vangloriando, mas sim informando dados do mercado na época, basicamente uma analise profissional sem colocar o dedo na cara do consumidor.
    Baixei o cast e hoje vou escutar, mas seguindo o ritmo que o cast sempre entrega será um bom tema para discutir.

  • Michelangelo Fazendeiro

    Taito era como a gente chamava qualquer fliperama, agora que fiquei sabendo que era uma marca de jogos…

  • Diogo Lopes Bastos

    Realmente houve uma grande evolução no mercado de games, ao ponto de poder diminuir bastante a pirataria, mas ainda não é o suficiente para extingui-la, principalmente com relação a Nintendo que só é encontrada no mercado cinza com preços acessíveis. Quando adquiri um novo computador a prioridade vai ser reativar a conta da Steam que fiz e aproveita-la ao máximo.

    • Com certeza. E só não evoluiu mais devido à carga tributária absurda sobre os games.

  • Eu tive um Phantom System, foi meu primeiro console.

  • Frisk tri-loko de ki-suco

    Comprei um ps4 e tipo… nem a pau que eu vou pagar 250 conto num kof 14 ou em qualquer outro jogo… mau acostumado como “3 por 10”, mas $75 por um produto original eu acho até justo. Daí o jeito é comprar lote de segunda mão.

  • danrley

    Ouvi podcast todo com vontade de trocar minha gtx 750 ti, processador o overclock da jeito mas placa de vídeo sem conector de energia não