📺 Power Off 23: Indicações

Sejam bem vindos moradores pixelados da nossa querida Cidade Gamer, no Power Off desta quinta feira vamos fazer um programa especial de indicações e recomendações de conteúdos pra vocês, vamos falar de Master of None, Gumball, Taboo, de comediantes, documentários e muito mais!

E neste singelo programa contamos com Victor Haratani, Paulo Antunes, Ânderson Peroty, Ed Palhares e o Prefeito Vivacqua!

Apoie o Padrim da Cidade Gamer

 

Clique na imagem para ir a loja!

Este projeto só foi possível graças aos Padrinhos:

Flávio Camilo de Sousa Teixeira, William Duraut Pudell, Thiago Bertuzzi, Phylipe Brocco Anastácio, Gilmar Lima de Souza, Paulo Roberto Libardi, Suelen Nastri, David Vieira Nunes, Andre, João Henrique Dos Santos, Raphael Honda, Ricardo Maginador, Guilherme Sansoni, Drico DOliveira, Igor Benício de Mesquita, Ralf Rossini do Nascimento, Jackson Eduardo Homma, Rubens Mateus Padoveze, Renato Monteiro Ruiz, Diego Maeda Faquinello, Leon Borges E Silva, Thamise de Carvalho Farias, Gabriel Santana Novais, Carlos Eduardo Corsi Ferreira, Wagner Abril, Tuco Souza, Pedro Ernesto Bastos das Chagas, Diego Magaiver Jahn e Patrick Buchmann.

Links do Programa

Siga no Twitter:

 Redes Sociais da Cidade Gamer:

Coisas boas da Cidade Gamer:

Canecas da The Magic Box

Gostou do nosso podcast? Já conhecia nosso podcast? Já conhecia essas histórias? Não deixe de contar a sua! Adoramos receber emails, e todos aqueles que escrevem são nossos moradores pixelados. Deixe seu recado, opinião e crítica em nosso email, escreva para: podcast@cidadegamer.com.br

Compartilhe a Cidade

Comments

comments

  • Rubens Mateus Padoveze

    Eva Green é bonita sem e com maquiagem, mas o filme mais doido dela foi que ela fez com dois rapazes, na bela época

  • Diogo Lopes Bastos

    Foi um ótimo programa e muitas das indicações que falaram já conhecia, mas preciso tomar a coragem e o tempo para assistir, principalmente One Punch Man e Master os None. Gostei da idéia do programa e espero que ele continue.

  • Andrei Miranda

    Caramba, depois dos ficais de “Anos alheios” agora tem os fiscais de ideologia?
    Tem que ter posicionamento pra curtir Metal? Não gostar de música do Pablo Vittar, especialmente no RnR agora é ser conservador? Tem que seguir uma cartilha pra gostar de Rock/Metal/Punk. Rock acima de tudo sempre foi sobre LIBERDADE, como diria Tom Morello no documentario Metal de 2007, – FUCK YOU, I WONT DO WHAT YOU TELL ME!

    E sim, você pode gostar e desgostar do que quiser e ainda assim escutar o que você quiser. Menos politica gente, menos cagação de Regra

    Abraços.