Museu Gamer – Cyber Police ESWAT

Lançado pela SEGA para arcades em 1989, Cyber Police ESWAT foi um side scrolling em plataformas, onde o jogador encarnava na pele um policial e sua missão era acabar com todos malfeitores da cidade. Você começava como um policial comum que portava uma pistola e sua missão era a mais simples possível: ATIRE EM TUDO QUE SE MOVER, não importava se isto significava matar inimigos armados com pistolas, escopetas ou os que simplesmente vinham em sua direção andando de skate. ESWAT também possuía opção de ser jogado em co-op, com ambos os personagens na tela ao mesmo tempo.

Em 1990 começou a série de ports do jogo, podemos destacar dois deles, o primeiro a ser lançado foi a versão para Mega Drive, que foi um port bem fiel ao original do arcade. Já na versão de Master System, era preciso muita imaginação para ver “aquele” jogo, como uma versão de ESWAT, principalmente se a capa do jogo for levada em consideração.

A capa para Master System era bem fiel ao jogo, não acham?

A cada fase do jogo o protagonista se via as voltas para prender um bandido e o que não faltavam eram bandidos diferentes, alguns eram bem estereotipados, o cara gordão, o oriental, etc. Sem sombra de dúvida os inimigos  bizarros davam um show a parte no jogo, ou você acha que é qualquer policial que enfrenta um tigre, um macaco gigante (parecido com o King Kong) e uma caminhonete Big Foot ! Os cenários também eram bem variados, mas sem fugir do tradicionais encontrados em outros jogos side scrolling, o centro da cidade, o bairro oriental, a área portuária e a área industrial.

A cada fase concluída, o seu personagem subia de patente até chegar no nível que ele entrava para a ESWAT, que pode ser traduzida como Enhanced Special Weapons and Tactics, ou simplesmente “SWAT com melhoramentos”. Entrando para esta equipe, nosso herói ganhava um exoesqueleto e uma potente metralhadora no lugar de uma das mãos. A armadura possuía a capacidade de receber melhoramentos, que apareciam “voando” pelo cenário. Estes melhoramentos eram armas especiais, um deles era um imenso canhão, ele atirava um hadouken tiro de energia que proporcionava grande dano aos inimigos, outro era a capacidade da armadura “soltar” uma série de mini bombas, que explodiam ao contato com o inimigo.

Comparação entre as capas, Americana, Japonesa e Européia.

 

O jogo era e continua sendo muito legal e o que acabou por transformá-lo em um clássico da SEGA.

Post Author: Vinicius Maciel

Joga video game desde a época que a palavra "ergonomia" não existia no dicionário dos designers de joystick !