O Natal e as Férias de Verão

Um texto um tanto quanto nostálgico para aqueles que nunca perderam o pouco de “criança” que existe dentro de cada um de nós e ainda surta e participa de toda a magia do Natal. Quem aqui nunca fez sua listinha de presentes para a família, com as opções de presentes, ou até mesmo estava surtando por causa de um game e acabou ganhando no fim do ano? O melhor disso tudo é que depois que a noite de presentes termina, você ainda tinha (ou tem) as férias inteira para poder jogar o que ganhou e debulhar os jogos que vieram na noite de 24 de dezembro.

Nintendo 64 Kid (Vale a busca no Youtube)
Nintendo 64 Kid (Vale a busca no Youtube)

Para esse ano, já com meus 26 anos nas costas, praticamente comprei eu todos os meus presentes! O que acho mais válido, porém gosto de ser surpreendido com algum presente, ou da família ou namorada. Para compartilhar, meu fim de ano veio acompanhado de um Xbox 360 (único console que faltava), os jogaços que o Playstation 3 recebeu nesse fim de ano, alguns lançamentos de Nintendo 3DS e, por fim, Zelda Skyward Sword, claro.

“Porra Nery! Você é rico”. Não, não sou… O problema é que quando ficamos mais velho conseguimos comprar todos os jogos que sempre sonhamos quando criança e dependíamos dos pais, pois com um emprego razoável você consegue acesso à todos eles, mas o que nos falta (e que tínhamos em abundância) é o tempo para poder jogar tudo isso. Não sei vocês, mas tento jogar um pouco a cada dia, mesmo estando de férias, a vida de adulto sempre nos tira da frente do console nas horas que mais queremos. Mesmo assim tento me dar ao luxo de poder aproveitar e esbanjar no Natal, para sempre poder lembrar de quando eu era menor e ganhava (quando acontecia de ganhar) um jogo e fazia dele o melhor e mais especial.

Enfeites de Natal Gamer

Quem não lembra de poder virar a noite acordado, para zerar o jogo que tinha acabado de ganhar, pois, não existiam saves como hoje em dia. Ou então quando as férias chegavam você chamava todos os amigos em casa para rodadas e mais rodadas de algum multiplayer e seus famosos dois controles (normalmente um sempre emprestado do amigo que te visita). Normalmente tudo isso fruto do seu presente de Natal, seja de Papai Noel, dos seus pais ou da sua tia que sempre te faz passar vergonha, mas que recompensa no final.

Lembro da dificuldade que era poder pedir um game e minha família entender de que raios eu estava falando! Quem nunca pediu um jogo da Nintendo e ouviu alguém falando “O quê?! Não Entendo”?. Hoje em dia, não. Tem até propaganda na televisão. Minha avó sabe o que é um Wii, mas na época do Super Nintendo eu não podia ligar na TV da sala dela, pois ela tinha medo de estragar a única grande e boa da casa.

Sonic Papai Noel

Enfim, não importando sua religião ou sua condição social, tente fazer do Natal uma época divertida e alegre. Se possível, com muitos presentes (calma, anti-capitalistas e anti-consumismo). Depois do dia 25 lembrem de tirar um tempo para aproveitar o que compraram ou ganharam, pois, quando ficamos mais velhos tendemos a ficar mais chatos e sérios, porém podemos aproveitar mesmo com a correria do dia-a-dia.

Façam valer a pena a época do Natal e suas férias relembrando o tempo de quando você tinha seus 10 anos e podia aproveitar a vida sem culpa ou preocupação.

Compartilhe a Cidade

Post Author: Rafael Nery

1) Geminiano e Nerd 2) Adoro usar xadrez 3) Amante de quadrinhos, games, filmes e desenhos 4) Estudioso da cultura japonesa 5) Viciado em literatura fantástica