Sua Morada Pixelada

Resenha: Firewatch

Desde sua primeira aparição na E3 de 2014 eu sabia que queria jogar Firewatch. O pouco que o trailer havia revelado me instigava mais do que o necessário para eu mergulhar naquela aventura.

Henry e Julia
Henry e Julia

O jogo começa com um questionário básico seguido de duas escolhas disponíveis na tela que irão compor o seu personagem (Henry) e também o conduzirá para uma louca aventura a partir dali. Cada resposta, cada escolha, afeta os diálogos do jogo de modo à definir as características de seu Henry. Não se engane, cada resposta, cada escolhe afetará os diálogos do jogo de maneira precisa e levará você a escolhas de fala que podem definir ainda mais pra você o personagem.

Firewatch se passa em primeira pessoa, mas diferente de jogos de tiro, lhe permite interagir em um ambiente onde suas escolhas o levam para um parque nacional em Wyoming, com seu Henry isolado para trabalhar dois meses em uma situação inusitada.

Criado pela Campo Santo Productions, o jogo é focado nas suas escolhas e em como elas afetam a história.

Não é a questão de como é o final, mas o que você vive para chegar lá.

Posto de Observação
Posto de Observação

Através de um walkie-talkie, Henry se comunica com a mais experiente Delilah (personagem feminino de cargo superior) para falar sobre seu trabalho e obrigações no parque, e é aí que o jogo começa a se desenvolver. Este relacionamento profissional, gerado através de diálogos com sua “supervisora”, começam em um posto de observação e seguem por toda a história de Firewatch e seus mistérios.

Um jogo para se viver a vida de um personagem nas circunstancias que uma pessoa naquela posição faria, como: trabalhar, escalar, caminhar e por fim, monitorar todo um universo associado à conversas que conduzirão você à uma nova etapa do trabalho.

Você tem a opção de ignorar as chamadas no rádio, dar respostas grosseiras, ser monossilábico e isso também afetará o seu relacionamento com Delilah, e por fim, quando a aventura parecer estar no fim, a sua vontade de viver aquilo de maneira diferente começa a tomar seu peito.

A estrutura criada nas conversas via rádio fazem com que as 5 horas de Firewatch passem extremamente rápidas.

Atualmente o jogo não conta com o idioma Português.

Firewatch até o momento está disponível no Steam e no Playstation 4.

Criado em um laboratório por motivos de puro luxo e inveja, Vivacqua tornou-se o inventor da internet e em seguida da primeira máquina do tempo.

Compartilhe a Cidade
%d blogueiros gostam disto: