Sua Morada Pixelada

Resenha: The Sexy Brutale

Descubra os mistérios em uma mansão bizzarra!

The Sexy Brutale é um puzzle adventure lançado em 2017 e desenvolvido pela Tequila Works e Cavalier Game Studios. Se você procura por um quebra-cabeças, estética sombria e exagerada, visão isométrica e mecânicas de controle diferentes, este é um título que vale a pena dedicar um tempo. Mas saiba que, a partir do momento que começar este jogo, um único dia poderá durar uma eternidade! Comece esta aventura por sua conta e risco…

Sobreviva e evite assassinatos

O jogo é ambientado em uma mansão inglesa típica dos antigos filmes da Hammer Film Productions, estúdio inglês que produziu alguns clássicos de terror com personagens como Drácula ou Frankenstein no início do século 20.

Na história do jogo, esta mansão foi convertida em um casino bizarro, chamado The Sexy Brutale, e estamos em meio a uma festa organizada pelo obscuro personagem “Marquis”. O jogador comanda o padre Lafcadio Boone, que usa uma máscara estranha, assim como os demais convidados da festa.

The Sexy Brutale

Logo que o jogo começa, o padre acorda na mansão e é visitado por uma misteriosa entidade feminina que surge de uma enorme poça de sangue do chão. Dai pra frente ele é encarregado de impedir que mortes ocorram dentro da mansão. Para isso, ele deve seguir os demais convidados, esconder-se e assistir suas mortes.

Entretanto, os assassinatos ocorrem em um ciclo sem fim, de um dia, e apenas o padre consegue reviver este dia. O objetivo é descobrir a melhor forma de evitar as mortes e continuar vivo!
Descobrir exatamente como usar esse ciclo de tempo em conjunto com a mecânica de jogabilidade é o maior desafio para o jogador. Cada máscara de cada convidado reage de uma forma estranha a presença do padre Lafcadio e ele deve se manter escondido o máximo de tempo. Com isso, ser stealth é fundamental!

Assim que o padre consegue evitar os assassinatos, ele ganha novos poderes mágicos ligados às suas máscaras. Conforme progredimos, Lafcadio pode explorar mais e aprender mais sobre os mistérios do passado e dos habitantes da mansão para descobrir a verdade escondida e qual as reais intenções de Marquis.

Explore e encontre pistas

Para os jogadores fãs de jogos de tiro, porrada e bomba, The Sexy Brutale não é o mais indicado. Mas, se você gosta de resolver puzzles complicados, curte um visual e uma trilha sonora mais obscura, este é o jogo para você.

The Sexy Brutale

Explorar esse mundo “gótico e chibi” é fascinante e cada cena de assassinato ocorre em cômodos diferentes. Todo o complexo oferece pistas diferentes para resolvermos o mistério que ronda esse mundo bizarro.

Cada assassinato segue, basicamente, os mesmos passos:

  1. Investigue a área e seus habitantes.
  2. Determine como o local pode ser usado.
  3. Em seguida, execute o plano, rebobinando o relógio quando necessário para capturar eventos específicos.
  4. Evite o assassinato.
  5. Esconda-se imediatamente para o assassino não te encontrar.

Aviso importante: Lafcadio não pode estar no mesmo quarto que os outros convidados, por isso, ele precisa espioná-los de áreas adjacentes, ouvindo conversas para obter pistas sobre como usar os ambientes da mansão para alterar o curso dos eventos.

Acho que você deve ter lembrado das vezes que fez algo parecido num tal de “Assassin’s Creed”. Sim, é exatamente a mesma coisa que você deverá fazer para conseguir elaborar a melhor estratégia e evitar a morte, por meio das pistas no meio do diálogo.

Para ajudar ainda mais, temos um mapa muito bem desenvolvido e que é essencial neste processo. Ele rastreia os movimentos de cada personagem na mansão enquanto você os segue e espiona para fazer uma investigação cuidadosa e paciente. O que é acompanhado por uma trilha sonora no estilo “hot jazz”, que quase me fez levantar da cadeira e dançar como uma melindrosa em alguns momentos.

Poxa, queria mais!

Infelizmente, sentia uma estranheza quando mudava de um quarto para o outro e dava a impressão que o jogo engasgava, mas não sei se isso aconteceu por conta do notebook que usei para jogar.

Curti o a resolução dos assassinatos e me senti quase uma Sherlock Holmes (SQN), o que fez com a finalização do jogo fosse frustrante, mas não por ser ruim. Queria evitar mais mortes, pois cada assassinato é muito interessante e é desafiador evitá-lo. A busca por pistas e a execução de uma estratégia para alterar o tempo é bem envolvente e a gente fica com aquela sensação de querer mais: “acabei o jogo, o que vou fazer agora da minha vida?”.

 

Ficha Técnica:

Data de lançamento inicial: 12 de abril de 2017
Estúdio: Tequila Works
Plataformas: Nintendo Switch, PlayStation 4, Xbox One, Microsoft Windows
Desenvolvedores: Tequila Works, Cavalier Game Studios
Gêneros: Jogo eletrônico de aventura, Jogo eletrônico de quebra-cabeça

Compre o The Sexy Brutale no Steam

Jornalista que gosta de joguinhos e zumbis. Filha do Wolverine com a Mulher-Maravilha. Casada com gamer-otaku e mãe de um Lord Sith.

Compartilhe a Cidade
%d blogueiros gostam disto: